A comida nunca chega!…como calcular a quantidade de comida nas festas.(PT)

A comida nunca chega!

Bem,

quem vive em Portugal, e acho que em qualquer pais Latino, sabe do que estou a falar.

Para nós nunca há comida suficiente na hora duma festa. Achamos que os nossos convidados, coitadinhos, vão ter muita fome e nunca vão ter suficiente para comer. Pensamos que somos nós os responsáveis por alimenta-los e sobretudo, o que vão dizer se na minha festa passam fome?…que horror!

Realmente é um stress, e sentimo-nos mesmo responsáveis e obrigados a ter quantidades, e variedades, de comida sem fim para comprazer todos os gostos, idades e apetites. E nestes tempos modernos temos que incluir os ” gluten free”, ” vegans”, ” vegetarianos”, ” alergias”, ” intolerâncias” e pare de contar.

Ahh…aqueles tempos que uma festa era só pipocas, sandes, bolo e gelatina…

Bem, como não sou Portuguesa no inicio isto era uma grande dor de cabeça até que depois de 14 anos deixei de lutar contra a corrente e agora sou pior do que os próprios Portugueses, pelo que vamos ao segundo problema; a quantidade de comida que sobra, sem falar de como é afectado o orçamento familiar cada vez que fazemos festas.

Uma prática comum que tenho com quem encomenda bolos é sempre perguntar:

Quantos convidados?

Vai ter muita comida?

Vai ter outras sobremesas?

È que o bolo é por regra geral a ultima coisa a comer a normalmente, como acontece aqui em casa, ficamos com a metade do bolo sem comer.  80 convidados?, mínimo um bolo de 8 quilos com dois ou três andares…ficamos com dois andares de bolo sem comer.

Ainda há duas semanas tive a festa dos 15 anos da minha filha e ficamos com tanta comida!, entre salgados e sobremesas repartimos entre a família, trouxe para casa e ainda fiz outros pratos de comida com as comidas que ficaram.

Por tudo isto, queria partilhar convosco uma informação que encontrei ( podia ter sido útil há duas semanas atrás) mas como nunca é tarde, pode ser uma informação interessante para as próximas festas.

Party Food

Espero que gostem!

Não se esqueçam de gostar, comentar, partilhar e subscrever.

Beijinhos

Cristina

Gelatine tip #10

Este é o último de esta série de artigos, vou começar com uma nova serie….Cake Tip!

A gelatina já hidratada deve ser misturada em liquidos quentes, nunca em liquidos frios já que solidifica imediatamente e danifica o resultado da gelatina.

20180204_172714

# Hydrated gelatine should be mixed with warm liquids otherwise it will solidify immediately and damage the result of the gelatine.

Check more articles of this series:

Gelatine Tip #9

Gelatine Tip #8

Gelatine tip #7

20 facts and their happy thoughts. (EN)

golden birthday party essentials2So, you though everything was going to be bad?

Clearly, you don´t know me, as once someone described me, I am a colorful person so I can not leave you all on a gloomy note.

The last post was a bit harsh, I was letting it all out, but here are the happy thoughts for every fact:

  • You will never leave the kitchen so, make it as comfortable for you and your work as you can!
  • You will gain weight so get help, go to the gym or stick to a diet, God knows I try every day.
  • Your family will miss you so make time for them, they are important to you and you to them!
  • Forget about weekends make your delivery schedule, some weekends you will have time, give yourself a day off
  • It is hard to really make money out of it get help from someone who knows and make a business plan.
  • You will be scared of clients and their reactions  don´t be, it is a cake, not surgery ( but don´t poison anyone, please)
  • You will have very stressful days, just like a CEO  do something to balance the stress.
  • Weather and mood don´t help with your work so be prepared for it.
  • People will complaint listen and find a solution, don´t give any more thought about it
  • You will buy a bunch of stuff you need, another bunch you won´t use and it will never be enough! ( it is an addiction) limit your budget!
  • You will master recipes and still one day it will go wrong do them again, always count for the inconveniences.
  • You will multitask!!!….a lot! deal with it, learn time management.
  • The supermarket will be your second home be happy about it, get to know the people there.
  • Your income will fluctuate ( like your weight) be prepared for it, and also get help to understand how to manage moments of less income.
  • Others will copy your work don´t even bother!
  • There will be haters… haters who?
  • It will be hard to price your work and you will eventually forget to price your time always price your time and price correctly, your entires business depends on it.
  • You will second-guess every decision keep doing it, that is what makes us better.
  • You will be tired all the time take time to rest, please!
  • You will never know enough keep learning it is fun!

Hope you like it, share it, comment and subscribe!

Love

Cristina

 

20 facts about being a cake designer…trues and lies!

golden birthday party essentialsHi!

yes, it is me!

Cristina Arévalo, the ” cake designer”

WAIT!…I´m no “cake designer”, but apparently, I am!.

I see myself more as a ” Cake Decorator”, ” Creative Cake Artist”, “Home Baker with a twist” …maybe?

Anyway, the term ” Cake Designer” is very much in fashion right now, so everyone started to use it the moment they did their first sugar paste covered cake ( or cupcake) and really I haven´t been ok with that for a while.

Now I feel better about it, even better with the fact of using it, but it took me 10 years to get there and still itches me sometimes.

So the reason of this article today is simple, I will mention 20 facts about being a cake designer that most of us can relate to. Not to scare those who are just beginning but believe me, it is not an easy road, just a very sweet one!

  1. You will feel like you never leave the kitchen.
  2. You will gain weight.
  3. Your family will miss you.
  4. Forget about weekends.
  5. It is hard to really make money out of it.
  6. You will be scared of clients and their reactions.
  7. You will have very stressful days, just like a CEO but without the income.
  8. Weather and mood won´t help with your work.
  9. People will complain.
  10. You will buy a bunch of stuff you need, another bunch you won´t use and it will never be enough! ( it is an addiction).
  11. You will master recipes and still one day it will go wrong.
  12. You will multitask!!!….a lot!
  13. The supermarket will be your second home.
  14. Your income will fluctuate ( like your weight).
  15. Others will copy your work.
  16. There will be haters.
  17. It will be hard to price your work and you will eventually forget to price your time.
  18. You will second-guess every decision.
  19. You will be tired all the time.
  20. You will never know enough.

Depressed already?… don´t be, ” always look at the bright side of  life … or cake”

( Monthy Python fan inside joke!)

There are happy thoughts for every one of the 20 struggles I gave you before and there are lots of accomplishments and rewards.

The big secret is the Why!

Why do you do it? Is it for the money? Is it for fame? or for the happy faces when they see or eat your cake?.

It has to be all of the above, let´s face it, no one likes to work for free or not get recognition for their work.

Have a clear objective of what you really want and determinate how much do you want to commit to it. This is also a big point, your level of commitment has to include, expenses, family, time and rewards. Balance all of those and for sure you will be happy baking and decorating cakes ( or doing pretty much anything else)

I have gained a lot in these 10 years, friends, knowledge, faithful clients, unique techniques, family support, great students, recognition and have managed to make enough money to keep going.

So,

What do you believe? That it is an easy way to work from home, take care of your family and make some money…yes and no, it is only up to you and how you approach it!

Other´s will think that you are making tons of money (especially if they ask you how much you charge for the cakes) but don´t pay attention to them, focus on you and your business

You know now what will really happen, but don´t stop, and if I can give you a small advice:

Be creative and original!

Be yourself ( don´t be a copycat)

Be proud ( even of your mistakes)

Do what you know best, don´t do what others do!

Any thoughts….don´t forget to like, comment, share and subscribe!

Love

Cristina.

 

 

 

E a batedeira?…3 ferramentas que todo cake design deve de ter.

Então, como isto do blog não é só para falar de mim, decidi convidar algumas das minhas amigas e cake designers portuguesas e que admiro muito  para um pequeno jogo; uma pergunta que para nós pode ser muito difícil de responder mas que ( acredito) pode ser de ajuda para quem está a começar no mundo dos bolos decorados.

Depois de um convite aberto na minha página de facebook, algumas responderam logo e outras ainda não, pelo que decidi fazer uma ” série” de artigos com as fabulosas respostas das minhas queridas cake designers.

Há muito talento em Portugal e a metade eu não conheço, mas as que conheço são de certeza talentosas e tenho muito orgulho de chamá-las as minhas amigas e colegas.

Não vou falar do ” difícil que é o mundo do cake design em Portugal!” ou ” é muito complicado”, ” há muita concorrência”, ” estão a estragar o mercado” ” uns são melhores que os outros”….NÃO!!!!…..absolutamente NÃO!. Cada quem têm o seu talento e é bom em alguma coisa. Há publico para quem quiser e há talento sim senhor, a concorrência é importante para nos fazer crescer e quem faz bem o seu trabalho sempre tem êxito!

Bem…chega de desabafos, vamos ao que importa!

A pergunta foi muito simples:

Quais são as três (3) ferramentas que todo cake designer deve de ter?

As respostas foram muito divertidas e confesso que para mim foi difícil de responder, só três? Porque?

E o melhor é que esqueceram-se da batedeira!!!!

Só a minha querida Ana Saboia é que duvidou.

Aqui partilho convosco as respostas das primeiras colegas e vou deixar  aqui os nomes e links das páginas e assim podem ir espreitar os seus lindos trabalhos.

20180227_170111

O ganhador foi o Alisador!, sim,não vivemos sem ele.

A minha querida Nélia Gonçalves da ilha da Madeira prefere a Teka flor e folha ( ela adora fazer flores e são lindas) o rolo e o alisador.

A talentosa Milene Habib prefere a faca o rolo e o pincel, concordo com o pincel, não sei o que seria da minha vida sem o meu pincel 00

A querida Isabel Costa volta a dar pontos ao alisador e ao rolo, e ainda acrescenta o nivelador de bolos.

Maria Paula dos Bolos do Rafinha no Algarve, também concorda com o alisador e o rolo, mas ainda nos lembra da maravilhosa maquina laminadora, isto é mais complicado para quem esta a começar mas é o sonho de qualquer cake designer!

Ana Saboia, ainda nos lembra de outros alisadores, o alisador de arestas ( aquele para o bolo ficar bem direitinho) o alisador flexível e…o rolo!!!, mas ela sim pensou na batedeira, boa Ana!

Uma cake designer que admiro muito, a querida Elisabete Caseiro respondeu: Serra eléctrica, aparafusadora e pistola de cola quente…o que?, mas para fazer bolos? SIM!;  Elisabete faz os mais originais , criativos e lindos bolos estruturados, divertido, verdade?

Mas uma resposta muito linda e criativa foi a da minha queridisima amiga Sofia Costa com que já tenho trabalhado em muitas oportunidades e quem foi a minha professora de flores de açúcar.  Ela foi a pensar ” fora da caixa” e a resposta foi:

CRIATIVIDADE, TEMPO e AMOR!…adorei!

Então, esqueçam as receitas da avó, as colheres de pau e o escoador para peneirar a farinha; alisador, rolo , muito amor e uma máquina aparafusadora é o que é!

Mal posso esperar para mais respostas.

Podem também ver outros dos meus posts aqui:

O que são as Gelatinas Decoradas?

Tarta ou torta, “pie” ou tarte, bolo ou torta…..idiomas!

Ups!….a culpa é do Pinterest! ( ou não?)

…e proximamente, entrevistas com cake designer portugueses, muito talento e muito para dizer!

Não se esqueçam de comentar, gostar , partilhar e subscrever  .

Beijinhos

Cristina.

 

Um propósito claro?….a sério?(PT)

No artigo anterior falei da importância de ter um propósito claro a hora de escrever um blog e como é um factor chave para ter mais seguidores.

 

Mas como sabem eu escrevo cada artigo em idiomas diferentes o anterior foi em Inglês porque?  por que foi mas fácil para mim, simples.

Por isso aqui vai uma versão em Português para que assim consigam acompanhar as minhas peripécias neste mundo das redes sociais em todos os idiomas.

Como  tinha dito anteriormente, já tive dificuldades em encontrar com o nome do meu blog ; logo depois de ter tudo pronto ( cartões, design, etc). Quando finalmente consegui, resulta que tanto o mais importante que o nome é ter uma informação clara na página e um  PROPÓSITO claro para bem dos meus seguidores

Mas o que é que acontece quando nem eu sei realmente qual é o meu propósito?. Tenho de confessar que este negocio tem sido muito ” orgânico” ( para soar bonito) durante estes 10 anos tenho estado um pouco á nora, acabando por ir para onde era necessário mas sem um rumo definido nem plano de negócios. ( alguém igual a mim?)

10 anos?….Blogging?

Não!…10 anos a fazer bolos. Como já tinha dito anteriormente não sou blogger, sou decoradora de bolos, cake designer e formadora.

Assim que, 10 anos a decorar bolos enquanto tive clientes, comecei a dar formações quando as pessoas pediram para aprender e agora estou a tentar manter um negócio num mundo muito competitivo e é por isso que uso todos os recursos possíveis e as redes sociais são um deles.

Então, como ter um propósito claro e como traduzir esta informação no blog? Depois de procurar na net, as seguintes perguntas foram de grande ajuda.

Qual é o meu valor para os meus seguidores? Qual é o meu publico alvo? Quem é o meu leitor ideal? Por que eles vão ler o meu blog? Como os meus leitores podem identificar-se comigo?

Outras coisas a considerar são os tipos de artigos a escrever, são uma serie ou individuais? E finalmente, o que é que quero dos meus seguidores?, convidá-los a fazer alguma coisa e dar-lhes algo em troca.

Podem ver esta página que foi de muita ajuda!:  https://www.melyssagriffin.com

O resultado a todas estas perguntas foi o seguinte:

” Este é um lugar para partilhar uma visão honesta de um negocio amador de bolos decorados e uma carreira na área de formação desde o ponto de vista de uma cake designer auto-didacta e mãe trabalhadora, ideias divertidas para todos os amadores da área de pastelaria e gelatina artística.

Aqui podem encontrar receitas, ideias e informação útil de uma nova ” blogger” em como usar as ferramentas das redes sociais para ajudar no nosso negocio assim como dicas simples sobre bolos e gelatinas.

Uma voz simpática e honesta da minha própria experiência de 10 anos a fazer bolos e a ensinar, series de artigos para melhorar o resultado das suas gelatinas e posts individuais sobre receitas e as minhas loucuras neste mundo doce.

A minha origem Venezuelana e a minha nova nacionalidade Portuguesa, assim como a minha trajectória em estudos de arte,  tem como resultado experiências e conhecimentos que ajudaram a ser o que hoje sou, partilhar tudo convosco é o meu propósito. Assim que partilhem a vossa opinião comigo.”

Finalmente, aprendi sobre o que é pedido dos meus leitores, vou convida-los a fazer alguma coisa comigo? O que é que dou em troca?

Este é o meu trabalho de casa, assim que tenha tudo organizado, partilho-o convosco!

Não se esqueçam de comentar e partilhar!

Beijinhos

Cristina

Social Media Calendar (PT)

SocialMediacalendar

Ano novo, novas resoluções….aquela de ir ao ginásio e fazer dieta já estava a ficar sem validade, assim que entre as minhas resoluções está “Fazer crescer as minhas contas nas redes sociais!”e a única coisa entre eu e a minha resolução é a……organização!!!!

Como já tinha falado no post anterior, isto de tomar conta de um Blog e estar ao dia com as redes sociais dá muito trabalho. Agora compreendo como há empresas que se dedicam a isto e pessoas que são pagas para fazer este trabalho todo. Mas como o meu Blog está só a começar, por enquanto o trabalho é só meu .

Como sempre tenho por perto sobrinhas e uma afilhada muito prendada e que ainda trabalham com marketing digital e assim consegui ter um “Crash Course” de como gerir as minhas contas nas redes sociais. Mas tenho que dizer que na Internet há muita informação sobre o assunto, mas há que ler e procurar com muito cuidado.

Há imensa terminologia e informação que nos pode fazer perder a paciência, e como a ideia é manter tudo o mais simples possível, vou partilhar convosco o que funciona para mim.

Entrei em muitos Blogs, forums e páginas informativas e a sensação é a mesma; sabem  quando vamos a um serviço público a perguntar alguma informação e o funcionário  fala conosco como se estivesse a fazer-nos um favor e responde com a certeza de que nós já devíamos saber o que estamos a perguntar…..se eu soubesse não perguntava!!!!!. A sensação foi a mesma.

Assim que depois de muitas dores de cabeça decidi que o melhor é trabalhar com o que já tenho: uma página ( não perfil) no Facebook , que é bastante fácil de abrir e gerir, um Blog ( dah!) e uma conta no Instagram dedicada aos meus bolos e gelatinas .Com isto tudo posso fazer muito, a final qual é a ideia? PUBLICIDADE!.

Eu o tenho claro, não sou ” blogger“, faço bolos e dou formação. Isto não é o meu trabalho, é um COMPLEMENTO!.

Então, ” keep it simple!“, tudo simples, tenho três contas para manter e fazer crescer, elas são como os filhos, uma vez que estão aqui temos de tomar conta deles. Como? …publicar periodicamente em todas as redes sociais. PERIODICAMENTE….sim, isto é o mais importante, enquanto mas publiquem mais visualizações e mais movimentada vai estar a conta. Ainda que não esperem milagres nos primeiros meses.

Mas que trabalheira!

Nem por isso. Acreditem,  a única conta que deve ser trabalhada no momento é Instagram ( ou eu ainda não sei de outra opção). Tanto no Facebook como no Blog podemos agendar as publicações e isso faz toda a diferencia.

Assim que partilho convosco o calendário de publicações que funciona para mim:

Anualmente divido cada mês em um tema especifico:

Janeiro: Publicações de Ano Novo e novidades.

Fevereiro: Dia de São Valentim

Março: Dia do Pai

Abril: Páscoa

Maio: Dia da Mãe

Junho: Férias

Julho: Verão

Agosto: Praia

Setembro: Outono

Outubro: Halloween

Novembro: Dia de acção de Graças

Dezembro: Natal

 

 

 

Semanalmente publico pelo menos duas vezes no Facebook e no Instagram e um artigo por semana no Blog. Fiz um calendário com os dias e horas de mais tráfego nas minhas contas e assim optimizar as publicações, isto não é necessariamente igual para todos, o melhor é ir ás páginas de estatísticas de cada rede social e ver a melhor hora e o melhor dia para cada um, por exemplo:

Segunda/ Instagram as 18:00h e Blog entre as 21:00h e 22:00h.

Quarta/ Facebook entre as 18:00h e as 21:00h

Sexta/ Instagram as 21:00h

Sábado/ Facebook entre as 21:00 e 22:00h

Ainda partilho no meu Facebook tudo o que publico em outras redes socais já que é a plataforma que para mim tem mais seguidores e na publicação de Sábado partilho alguns dos trabalhos da semana. Outra óptima ideia é criar histórias no Instagram com o progresso de algum trabalho ou mais de carácter pessoal, assim mantenho os meus seguidores sempre informados.

Ainda há mais ferramentas para ajudar neste trabalho como os #hashtags, mas isso é tanta informação que vou deixa-la para um próximo artigo.

Não sou uma eminencia em esta matéria, mas espero que a minha partilha tenha ajudado a quem como eu está a começar.

Não se esqueçam de experimentar, partilhar e gostar!

Beijinhos

Cristina

 

 

Mas eu preciso de ter um Blog?

omg

A resposta é “ não”!,

Então, porque ter um?.

Alguns podem dizer que é mesmo uma moda, e uma moda que até eu começo a questionar.

Não sou escritora nem tenho formação para ser uma. Falo algumas línguas mas o Português não é o meu forte. Só para escrever este artigo tenho que usar o autocorretor, corretores, tradutores e tenho como quatro janelas abertas na Internet para procurar palavras e regras ortográficas, e ainda posso assegurar que não estou a escrever corretamente.

Mas voltando ao Blog, a minha resposta continua a ser “ não”, não é preciso, e não é pelas seguentes razões:

Igual que eu, há mil pessoas a escrever Blogs sobre tudo e mais alguma coisa e acredito que não há tantos leitores como pensamos, a final somos uns a seguir os blogs dos outros.

Isto dá tanto trabalho!!!, eu sou só uma Cake Designer que faz bolos e dá formações, agora tenho que pensar em artigos semanais para escrever num blog?, procurar ideias e receitas, fotografar o produto , editar as fotos, partilhar nas redes sociais e ainda continuar a fazer os bolos e atender a minha família? ( e não falamos do ginásio e a dieta!).

A final, quem tem tempo de ler isto tudo? A minha família e alguns bons amigos que são tão queridos que ainda aguentam os meus desabafos, receitas e loucuras.

Mas….eu ainda tenho um Blog.

O problema é que uma vez que comecei e ainda com todo o trabalho que dá não consigo parar. Isto é um pouco como jogar no casino. No inicio não dá nada, mas quando começa a ter algum resultado, mesmo muito pequenino, ficamos viciados e pensamos que sempre na próxima ronda, neste caso no próximo post, vamos ter mais seguidores e finalmente vai ter resultado.

Por isso vou ter uma nova série de artigos neste blog onde vou partilhar convosco como faço para isto de ter blog e ser ativa nas redes sociais funciona para mim.

Assim que a resposta é; preciso mesmo de ter um blog? Não, mas neste mundo das redes sociais e o marketing digital é uma boa ferramenta para dar-nos a conhecer e dar a conhecer o nosso produto. No fim, não estou só a vender bolos ou formações  neste mundo digital, nós estamos a vender a nós próprios.

O que leva a minha próxima pergunta, e vai para um próximo post:

O que queremos realmente vender? O que é que realmente queremos transmitir?

Não se esqueçam de comentar, gostar e partilhar.

 

A new identity?

 

Cristina Arévalo. Bolos Decorados is now ” The Art Cake Experience”, why?, well, the idea was to have a more ” International” name, but the truth goes far beyond that.

In a moment of desperation after months of fewer clients and workshops, I started to see other names, ” Posh” names in English to have much more recognition and decided to do something about it. 

” The Cake Experience” was a name already proposed by my nice, a very talented one that I talk about in my first post. But searching online I saw that the name was already being used somewhere in the world and to make a long story short, I decided to add the word           ” Art” to it. Nice, but after editing my page, making new business cards and changing the name of my Youtube channel, I realized, now what?

The best part!

Every blog or website name should CLEARLY reflect the purpose of it….what?. So, here I was with a very good name, pretty international and quite interesting that reflects what?. Here started my nightmare.

What can I do when I need an idea and my creativity is not 100%?. I go to Pinterest! and after reading blogs and posts got to the conclusion that actually the name does reflect everything that I do.

” The Art”. I am an artist, I am original and unique. What represents this better than my gelatine flowers? so this is art.

” The Cake” is everything about cakes, and sweets, cookies, and parties, but a cake is a piece that unites it all, it is my work it is how everything started.

” The Experience”, is real to do it, learn tutorials, ideas, advice, and recipes. Are my classes. I have to confess it is the part that I like the most and that I really enjoy doing. I love to teach and you can be sure that I am always here to help.

Finally, the biggest lesson and the most important of all is that we are always learning, adapting and creating. At the end of the day that is what we do as Cake Designers, we are presented with a challenge, an idea and we make a cake out of it, sounds like a recipe but this is how my new name was born.

like it?

Welcome and don´t forget to like, comment, share and subscribe!

Love,

Cristina